FERNANDO DE NORONHA – NÃO MORRA SEM CONHECER

Vista do Mirante do Forte dos Remédios

Que tal ficar longe da correria do dia a dia, da poluição, dos problemas e do stress? Imagine-se sentado confortavelmente à beira do mar, em um local paradisíaco. Um sonho impossível? Nem tanto. Basta fazer as malas e partir rumo à Fernando de Noronha.

Vista aérea do arquipélago

Vista aérea do arquipélago

A máxima: “Se é que existe um paraíso, o paraíso é aqui”, se aplica perfeitamente ao arquipélago mais charmoso do Brasil. Noronha é sem sombra de dúvidas, um dos locais mais belos do planeta. Acredite: uma coisa é ver fotos e assistir a documentários, outra coisa é estar lá, portanto, faça um favor a você e não morra sem conhecer.

Baía dos Golfinhos

Baía dos Golfinhos

O arquipélago pertencente ao estado de Pernambuco, é composto por um conglomerado de 21 ilhas e foi descoberto no dia 10 de agosto de 1503 pelo navegador italiano Américo Vespúcio. De origem vulcânica, esse vovô tem idade geológica aproximada de 12 milhões de anos.

Mergulhão

Mergulhão

A ilha que outrora foi um presídio comum para condenados a longas penas atualmente recebe um grande volume de turistas e faz a alegria dos que se aventuram por aquelas bandas. Praias lindíssimas, ondas perfeitas, passeios, mergulhos, aventuras, gente bonita, boa gastronomia e muita diversão são apenas alguns tópicos do que você será capaz de encontrar por lá.

Praia do Leão

Praia do Leão

O processo de entrada na ilha é feito mediante o pagamento da Taxa de Preservação Ambiental TPA (Alguns R$ / dia de permanência, individual) – obrigatória – feito no momento da chegada no aeroporto local ou pela Internet. Também é preciso preencher um formulário com os seus dados e de sua viagem, portanto, é importante que você tenha já definido quantos dias vai permanecer lá, seu vôo, local de hospedagem, etc.

Siri na Praia do Sancho

Siri na Praia do Sancho

As informações podem ser encontradas no site www.noronha.pe.gov.br ou por intermédio de um agente de viagens. Vale lembrar que além da taxa de permanência diária na ilha (TPA), também é necessário pagar uma outra tarifa – válida para todo o período – para poder ingressar nos parques marinhos e algumas praias específicas.

Buraco da Raquel

Buraco da Raquel

Pouca gente sabe, mas a menor rodovia do Brasil fica lá. A BR 363 tem apenas 7 Km de extensão, liga um lado ao outro da ilha e tem saída para quase todas as praias.

Enseada da Caieira

Enseada da Caieira

Para circular você pode alugar um buggy ou uma moto, porém, como as distâncias a serem percorridas são curtas, também vale pegar carona ou utilizar o ônibus municipal que passa durante todo o dia a cada 30 minutos e percorre a ilha de ponta a ponta até o horário de 23:30h.

Taxi

Taxi

Além disso, também tem buggy táxis disponíveis 24h/dia, com preços tabelados de acordo com o local de destino. Negociar com os taxistas para conseguir um descontinho é divertido e permitido.

Mirante do Forte

Mirante do Forte

Como a temperatura média anual fica em torno dos 28ºC, leve roupas confortáveis, o indispensável protetor solar, bonés, um tênis para “surrar” e muita disposição para encarar os passeios. Entre os vários disponíveis, é recomendável fazer o Ilhatur no 1º dia para que você possa se ambientar, conhecer um pouco do local, os acessos às principais praias e futuramente, visitar de maneira independente – sem guia – vários pontos turísticos da ilha.

Curiosidade do filhote na Praia do Meio

Curiosidade do filhote na Praia do Meio

Dentre os roteiros oferecidos, alguns são imperdíveis, como a Trilha da Atalaia, visita ao Mirante do Sancho e a navegação pela orla com visualização de golfinhos.

Aquário da Atalaia

Aquário da Atalaia

Mirante do Sancho

Mirante do Sancho

Estar num lugar desses e não mergulhar, é conhecer apenas a metade, portanto, não deixe de fazer o mergulho profundo com cilindro de ar. Mesmo não tendo feito curso, é possível explorar a imensidão azul acompanhado por um instrutor experiente em mergulhos inesquecíveis, numa modalidade chamada “Batismo”.

Mergulho no Buraco do Inferno - Foto de João Moicano

Mergulho no Buraco do Inferno – Foto de João Moicano

Cada uma das saídas toma praticamente um dia inteiro ou pelo menos metade dele. As excursões são bastante cansativas e você vai precisar tirar um tempinho para descansar. Independente dos passeios monitorados, você pode sair por conta própria para explorar a ilha e acredite, todos os lugares – sem exceção – são simplesmente espetaculares.

Mergulho com tartaruga

Mergulho com tartaruga

Do alto do Forte dos Remédios é possível avistar a sequência das praias do Mar de Fora e também, do Mar de Dentro.

Fragatas na disputa pelo peixe

Fragatas na disputa pelo peixe

Na praia do Sueste é comum encontrar tartarugas, polvos, raias, tubarões e uma infinidade de peixes. A da Atalaia tem um aquário natural incrivelmente cristalino.

Mergulho com tubarões

Mergulho com tubarões

Confira também as praias do Leão, Porto, Cachorro, Meio, Bode, Boldró, Enseada da Caieira, Buraco da Raquel, Sancho, Enseada dos Porcos, entre tantas outras.

Golfinhos dão show na baía

Golfinhos dão show na baía

Baía dos Porcos - Foto de Milton Mello

Baía dos Porcos – Foto de Milton Mello

Se você surfa, pode alugar uma prancha com os ilhéus (habitantes locais) e conferir um dos melhores tubos do Brasil nas ondas perfeitas da Cacimba do Padre. No fim de tarde, rola sessão de yoga na areia.

Surfista decola na Praia da Cacimba

Surfista decola na Praia da Cacimba

Yoga ao por do sol

Yoga ao por do sol

Não deixe de forma alguma, de ir ao Mirante do Boldró ver o pôr-do-sol ao som do Bolero de Ravel, tocado todos os dias no barzinho local.

Fim de dia no Boldró

Fim de dia no Boldró

Para quem gosta de um agito na noite ou uma balada animada, vale conferir o “rastapé arretado” no forró do Bar do Cachorro, assim como alguns outros locais no centrinho da cidade.

O alvorecer na ilha

O alvorecer na ilha

Vá visitar o Projeto Tamar e aproveite para frequentar as palestras gratuitas diárias oferecidas aos turistas, em que são apresentados os projetos e desenvolvimentos ambientais realizados com a fauna e flora locais e nos quais é possível participar de maneira interativa. Para isso, basta demonstrar interesse e agendar com os biólogos e voluntários.

Mais um fim de dia espetacular

Mais um fim de dia espetacular

É certo de você encontrar por todas as partes da ilha, um simpático animalzinho, que só existe por lá. As mabuias, são répteis extremamente dóceis que passaram por grandes adaptações até chegar ao atual genoma.

Mabuia

Mabuia

Estima-se que sejam uns dos moradores mais antigos e que tenham chegado ao arquipélago há mais de 500 anos. Com nome científico Euprepris Atlanticus, esses pequeno e dóceis lagartos estão por toda parte de Fernando de Noronha, tornando-se símbolo da ilha para muitos visitantes.

Lagartinhos curiosos

Lagartinhos curiosos

Não é raro vê-las entrando em bolsas, chapéus ou próximas aos turistas. Certamente vai acontecer com você. Saiba que esses animais não são nocivos. As mabuias têm excelente convivência com o ser humano. Como não são predadas pelo homem, logo, não o enxergam como inimigo.

Mar de Fora

Mar de Fora

A explicação para o hábito extremamente enxerido desses animais, é simples: as mabuias costumavam ser alimentadas com bolos e pães pelos visitantes, porém, isso foi proibido por lei. Por se tratar de um animal selvagem, embora adaptada ambientes urbanos, as mabuias são protegidas em toda a área de Noronha. Quem insiste em alimentá-las pode pagar de R$ 500 a R$ 5 mil de multa. Para os que têm coragem de (pasmem!) matar o animal, a penalidade varia de R$ 500 a R$ 10 mil.

Fauna local

Fauna local

Com a finalidade de facilitar a visitação em alguns lugares da ilha a portadores de necessidades especiais (P.N.E) e ampliar o número desse tipo de turista, a administração local deu início a um projeto denominado Noronha Acessível, no qual rampas de acesso foram instaladas em alguns pontos estratégicos, tais como a praia do Sueste, o Mirante do Sancho e o Porto.

Rampa de cadeirantes na Praia do Sueste

Rampa de cadeirantes na Praia do Sueste

Por se tratar de uma novidade, é necessário avaliar com antecedência o local a ser visitado para não se deparar com dificuldades, já que outros lugares ainda não estão adaptados.

Cadeiras adaptadas ao banho de mar

Cadeiras adaptadas ao banho de mar

Somente os ônibus estão equipados com elevadores e espaços reservados para cadeirantes. Os buggy taxis não possuem este tipo de recurso.

Elevadores no acesso ao transporte coletivo

Elevadores no acesso ao transporte coletivo

A gastronomia em Noronha vai do simples ao sofisticado e do barato ao caro com a velocidade de um raio, portanto convém pesquisar o que cabe no seu bolso para não gastar em demasia e desta maneira, poder desfrutar das outras delícias da ilha sem se preocupar muito com as finanças. Sugiro aqui dois lugares com excelente relação de custo X benefício. Anote:

ONDE COMER

RESTAURANTE ACQUA MARINE

Casquinha de Siri

Casquinha de Siri

Gastronomia elaborada, perfeito para um romântico jantar a dois à beira da piscina. Todos os pratos foram criados pelo premiado chef Fábio De Sanctis, assim como a escolha dos vinhos da seleta carta do restaurante. Confira o delicioso Ninho de Linguine ao Gamberi Salmonado – serve bem a duas pessoas.

Ninho de Linguine ao Gamberi Salmonado

Ninho de Linguine ao Gamberi Salmonado

RESTAURANTE SALVIANO

PF de Atum: carro chefe da casa

PF de Atum: carro chefe da casa

Se você quer fazer uma boa economia e se acabar de tanto comer, na saída do porto há um botequinho simples com comidinha caseira deliciosa, onde você come o PF Trivial de Atum a um preço bastante convidativo e que serve tranquilamente duas pessoas.

Contemplação do Mar de Mora

Contemplação do Mar de Mora

Enfim, seja lá qual for sua tribo, a ilha certamente terá uma programação na medida certa para satisfazer suas necessidades. Em sua próxima viagem, inclua Fernando de Noronha no roteiro; o único risco é você não querer mais voltar de lá.

ONDE FICAR

DOLPHIN HOTEL

Piscina do Dolphin

Piscina do Dolphin

Por estar localizado exatamente na metade da rodovia, a saída para qualquer lado da ilha é facilitada. Chalés confortáveis, ar condicionado, telefone, frigobar, sinal de internet (cortesia), área comum ampla, com piscina, jardim, sauna, hidromassagem, Business Center e dormitórios adaptados para portadores de necessidades especiais (P.N.E), com rampas de acesso em todos os locais. O transporte aeroporto – hotel – aeroporto está incluso na diária.
Tel: +55 (81) 3619-1100 – www.dolphinhotel.tur.br


AGRADECIMENTOS
Governo do Estado de Pernambuco – Distrito Estadual de Fernando de Noronha
Milton Mello – Fotografo: +55 (81) 99731-4684 – https://www.facebook.com/milton.phototour 
Kadu Pinheiro – www.kadupinheiro.com
Eco Noronha – www.econoronha.com.br

FERNANDO DE NORONHA

 

Paulo Greca

Jornalista especializado em gastronomia e turismo - MTB 42.344/SP - Colunista do Portal R7 - REDE RECORD e das revistas DROPSMAG - COOL MAGAZINE - BRASIL TRAVEL NEWS - TEL: +55 (11) 3042-7333 - MAIL: jornalismo@paulogreca.com.br - INSTAGRAM: @paulogreca

Você pode gostar...