RAJA AMPAT – INDONÉSIA

Vista do Mirante

Aproveite a carona com nosso colaborador Péricles Rosa em sua viagem inesquecível e confira esse roteiro.

UM PARAÍSO DESCONHECIDO
Texto e fotos: Péricles Rosa

Quando se fala em Indonésia, Bali é provavelmente a primeira que vem à cabeça de muitos, uma vez que essa “ilha dos deuses” – como é conhecida – atrai a todos os tipos de visitantes, desde os surfistas aos amantes de yoga, baladeiros, peregrinos, etc. Fora isso, a ilha já serviu de cenário para vários blockbusters incluindo “Comer, Rezar e Amar”, onde a personagem interpretada por Julia Roberts casa com um gaúcho interpretado por Javier Bardem.

Raja Ampat

A Indonésia é o maior arquipélago do mundo com mais de 17.500 ilhas, sendo a grande maioria delas desabitadas e desconhecidas pela maioria dos turistas. Na Papua ocidental, está Raja Ampat: um conjunto formado por 4 ilhas principais e mais de 1500 ilhotas, que destaca-se por sua beleza extraordinária com praias de águas cristalinas, vegetação intocada, fauna exótica, e riquíssima vida marinha.

Raja Ampat

Mesmo sendo considerado um dos melhores lugares para mergulho no mundo, Raja Ampat ainda é pouco conhecida pela maioria dos brasileiros, e está fora do “bucket list” de muita gente.
Os visitantes podem submergir no maior epicentro de biodiversidade marinha do mundo, formado por mais de 1400 espécies de peixes, 550 espécies de corais (75% de todas as espécies do mundo), e 700 tipos de moluscos. Isso sem falar das espécies desconhecidas ou as recém descobertas, como por exemplo o “walking shark” (Hemiscyllium halmahera), um tubarão nocivo, catalogado somente em 2013.

Vida Marinha

Mas mesmo que você não seja adepto do mergulho profundo, durante sua visita você pode fazer snorkeling, andar de caiaque, nadar com raias mantas, observar aves, visitar comunidades locais, descobrir praias e ilhas paradisíacas, fazer passeios de barco, relaxar, ou simplesmente se desconectar do mundo e da correria do dia-a-dia.

Snorkeling

Waigeo, uma das 4 maiores ilhas de Raja Ampat, tem desde homestays e albergues a hotéis de luxo, e fica localizada a somente 20min de barco de Waisai (capital de Raja Ampat). O local proporciona aos visitantes, estadias recheadas de praias desertas, sol, mar com águas claríssimas e toda a tranquilidade que só mesmo um paraíso pode oferecer.

Waisai

Uma vez que não há restaurantes e bares próximos ao hotéis, os mesmos oferecem o sistema de pensão completa onde os hóspedes podem degustar as iguarias da cozinha local, como por exemplo, o “Putu cake”; um bolo de cor esverdeada feito com farinha de arroz e coco.

Habitante Local

Os turistas em Waigeo ainda podem visitar a vila Sarporkren e conferir o jeito tranquilo dos moradores levarem à vida. Ruas de areia, praias enfeitadas com bandeirolas coloridas, vizinhos conversando na porta de casa ou na sombra de uma árvore.

Pesca sem Isca

As crianças são alegres, sempre sorridentes e se divertem no píer com a pesca sem isca e mergulho, numa forma simples de aproveitar o lado bom da infância.

Diversão Garantida

Um dos melhores roteiros de Raja Ampat é o passeio para Pianemo, que fica cerca de duas horas de barco de Waigeo. É simplesmente um desses locais que parece que saiu dos sonhos! Dezenas de ilhotas de rochas calcárias de diferentes formas e elevações, cobertas com vegetação exuberante e rodeadas por águas verdes-azuladas.

Pianemo

Se a visão do barco é fenomenal, imagine a vista do alto do mirante localizado a pouco mais de 30m acima do nível do mar. Um visual para deixar qualquer um hipnotizado.

Pianemo

De Pianemo, o barco segue para Arborek, uma vila super pitoresca, com paisagens deslumbrantes, praias de tirar o fôlego, moradores simpáticos, e um dos melhores lugares para fazer snorkeling.

Snorkeling

Arborek foi o primeiro povoado da Papua Ocidental a desenvolver regulamentos para a comunidade baseados em áreas de conservação marinha.

Arborek

O passeio ainda tem mais algumas paradas para nadar com mantas e visitar Pasir Timbul, umas das praias mais bonitas desse arquipélago. Ao longo do trajeto, há a possibilidade ver golfinhos. Após visitar todos esses locais de beleza estarrecedora, será difícil eleger a melhor parte.

Golfinhos

Embora seja um destino que pode ser visitado durante todo o ano, o melhor período para ir à Raja Ampat é de outubro a abril, quando a possibilidade de chuvas é menor. Desde dezembro de 2016 há vôos diretos para Waisai pela Lion Air, uma subsidiária da Wings Air, o que tem facilitado bastante o acesso às ilhas. No entanto, a forma mais comum e barata continua sendo voar até Sorong e de lá pegar um Ferry Boat, num percurso de duas horas para Waisai. Tenha em mente que a jornada é longa, mas valerá a pena quando você puser os pés nesse paraíso.

Raja Ampat

RAJA AMPAT – INDONÉSIA

Confira:
20 MOTIVOS PARA VISITAR RAJA AMPAT

RAJA AMPAT – VÍDEO

RAJA AMPAT – INDONÉSIA

Raja Ampat - 021
Raja Ampat - 017
Raja Ampat - 019
Raja Ampat - 022
Raja Ampat - 018
Raja Ampat - 014
Raja Ampat - 020
Raja Ampat - 011
Raja Ampat - 009
Raja Ampat - 016
Raja Ampat - 007
Raja Ampat - 010
Raja Ampat - 015
Raja Ampat - 012
Raja Ampat - 003
Raja Ampat - 002
Raja Ampat - 006
Raja Ampat - 005
Raja Ampat - 001
Raja Ampat - 004
Raja Ampat - 013
Raja Ampat - 008

 

Paulo Greca

JORNALISTA ESPECIALIZADO EM GASTRONOMIA E TURISMO - Parceiro no Portal BAND.com.br e colunista das revistas DROPSMAG - COOL MAGAZINE - BRASIL TRAVEL NEWS - MAIL: jornalismo@paulogreca.com.br

Você pode gostar...